Ilustração de Maria!

maria1É isso. Uma nova ilustração, mas de algo que já vem sendo ruminado faz um tempo. Maria é o nome da história e da personagem.

O que posso resumir para vocês por enquanto é que a história se passa em uma Fortaleza fictícia, suja e caótica (? – Ué…mas a cidade É suja e caótica!). Maria é uma garota abandonada e que é abusada sexualmente. Essa é uma realidade cruel na cidade e eu quero mostrar isso, mas de uma maneira bem diferente.

Ela vai descobrir os segredos dessa cidade podre e talvez passe a superar tudo isso. Quando eu transformar o blog em .com, eu entrarei com mais detalhes.

A boa notícia é que me decidi: irei me dedicar inteiramente a esse projeto (quadrinhos) ao mesmo tempo em que Lâminas do Inverno. Paralelo a isso, informações e textos acerca de Inocência e Nova Guerra…que virão depois.

Pessoalmente, acredito que o design da personagem está do jeito que eu bem queria. Uma garota de 14 anos, com cara de esperta, brincalhona, criança, mas que passa ar de madura também e de uma certa tristeza.

Mais detalhes da imagem abaixo:

maria2

11 Respostas to “Ilustração de Maria!”

  1. Graco Says:

    Gostei XD! tipo mas vestido longo azul? tipo nunca vi uma menina de rua com esse tipo de roupa, tudo bem que o vestido esta rasgado, mas acho que fica meio descaracterizado com o estereótipo de “menina de rua”. ainda mais porque é um frio louco de noite na rua.

  2. Mas é justamente isso! Eu não preciso seguir as coisas a risca. E aqui na rua tinha uma menininha com vestido azul. E quem disse que ela usa isso de noite? Se você notar, na primeira ilustração, no rascunho que tem dela sorrindo ela tá com um agasalho (que é rasgado também, mas de certa forma, cobre o corpo).

  3. CiliO Says:

    Mestre eu relamente estou por fora do que tá rolando, cheguei de Sobral ontem a noite mais ainda queria falar com vc no sábado. Dá certo?

  4. Cara, pessoalmente, nesse sabado não dá, porque tem um aniversário de dois colegas do japones e vamos comemorar tudo junto logo depois do curso…

    Mas eu também queria falar contigo.

  5. Graco Says:

    Tipo bah não sei mas acho que os mendigos em geral usam roupas tipo camisa velha de campanha eleitoral, jeans velho, essas roupas ou que ninguém quer ou que são resistentes, mas você sempre encontra o tipo randon, mendigo de terno? até imagino que exista mas eu pessoalmente nunca vi😄 também outra coisa que eu reparei, foi o cabelo da personagem que é muito liso, limpo e arrumado, ela parece mais uma menina que fugiu há dois dias de casa do que uma menina de rua.

  6. Rapaz, tu tá querendo achar erro onde não tem. Primeiro de tudo, eu disse que era uma Fortaleza fictícia. Segundo sei muito bem como eles se vestem. Se eu fosse seguir a risca, ela usaria um shortinho sujo e mínimo (geralmente rosa), com uma camisa branca. Para idealizar essa história eu assisti vídeos e mais vídeos de reportagens acerca do assunto além é claro de observar a vida aí a fora. Mas aí eu me pergunto. Se eu fizer uma história 100% real, onde é que está a graça? O que quero dizer é: se eu desenhasse algo estritamente real, que apelo teria a história? Qual o valor dela? Seria nada mais nada menos que um panfleto crítico da vida real, mas isso se vê na TV o tempo todo (mesmo que de forma completamente parcial ¬¬). Quadrinhos não é isso. Quadrinhos é o absurdo, o imaginário a superação de tudo isso.

    O vestido azul passa uma idéia maior de uma garotinha inocente (o que choca mais) do que se eu fosse fazê-la tal e qual. Quanto ao cabelo liso, calma meu amigo que eu penso em (quase) tudo. Eu nunca disse que ela mora sozinha na rua. A rua tem várias prostitutas e travestis que cuidam dela (e que são contra a situação dela, obviamente). E outra, acredito que aí haja preconceito seu. Existem várias meninas de rua que tem o cabelo liso. Alem de que, note a sujeira nela.

    Lembre-se daquela pequena regra: Universalidade da obra. Repito que é uma Fortaleza fictícia. Você não vai ver o Porto do Mucuripe ou o bairro da Aldeota tal e qual se você for lá. Tudo isso é uma base. Se eu retratar essa cidade tal e qual, vou cair naquele erro que muita gente comete: REGIONALISMO. Acredite, ninguém (ou quase ninguém), gosta de ler coisa regional (em quadrinhos… tirando é claro os undergrounds) – coisas regionais são chatas. Eu não pretendo fazer essa HQ apenas para quem mora aqui. Ela tem que ser universal, já visando um público maior e diversificado. Quando cito sobre a situação daqui, estou me referindo ao tema e a base.

    Entendo as suas dúvidas e colocações. Mas espere vir mais material. Por enquanto só citei do que se trata e introduzi a personagem principal. Apesar dos pesares, esse vai ser o primeiro projeto definitivo a ser lançado (Inocência é o próximo).

  7. O maior erro… que eu admito, foi na cor da pele. Era para ela ser um pouco mais moreninha. Isso será consertado de fato =_=.

  8. Bruno (Shooting Star) Says:

    Concordo que se colocasse ela mais próxima do real, não surtiria o efeito desejado. Apesar de que faz sentido algumas das citações do Graco.

    Sempre melhorando… as nossas críticas servem para ajudar.🙂

  9. Com certeza as críticas servem para ajudar e eu as aceito. Mas como eu já citei em diversos textos aqui, nunca uma história deve ser feita de qualquer jeito. E não foi o que eu fiz. Há o estudo sim obviamente.

    Para ser sincero. Minha maior base é a animação/mangá – Tekkonkinkreet (Preto e Branco) que se passa em uma cidade fictícia. No meu caso, eu dei um nome à cidade, mas ela é igualmente fictícia.

    Digo e repito: prefiro fazer minhas HQs tendo um caráter universal. Fortaleza é a base porque é a maldita (digo maldita porque odeio esse lugar) cidade onde eu moro, mas ela pode se passar em qualquer outro lugar.

    De certa forma, já dei minhas justificativas dos porquês da personagem ser assim ou assado. E olha que só postei UMA mísera imagem de um concept/model sheet dela. Não é só porque ela tem aparência que todos os personagens vão ser assim. Tem um traveco (cujo model já foi feito) que é bem moreno e tem os cabelos pixains encaracolados. E aí? Como fica?

    Entende?

    Basta eu tirar o nome “Fortaleza” que num instante os “problemas” cessarão. Simples assim.

  10. Graco Says:

    tipo o que eu falei sobre cabelo liso e arrumado não tem a haver com o tipo de cabelo nomad, tipo da coisa genética não escolhe classe social, tipo o que eu quis dizer é que os cabelos dela parecem muito bem cuidados, ou seja não estão embaraçados, o povo da mendicância passa dias, semanas sem tomar banho, e não tem cabelo que aguente a cera produzida pelo couro cabeludo, por isso o cabelo não fica com esse aspecto sedoso, ele fica desgrenhado, embaraçado, sem brilho, cheio de pontas duplas, sem falar que normalmente eles não tem coisas como pente, espelho, escova de dentes, uma coisa é um pedinte, morador de favela, outra coisa é uma pessoa que vive na rua, não tem nada mesmo. Outra coisa eu não disse para você fazer um regionalismo, porém colocar um vestido azul nela da mais impressão, de uma refugiada de guerra európeia que uma fortalezense moradora de rua, por mais universal que uma história seja ela tem que ter elementos do local onde se encontra, gothan city não existe, a história se passa nos EUA e carregada de elementos americanos, porém isso não a torna regional o que a tornaria regional é se ela tivesse elementos que apenas pessoas que morem nos EUA pudessem compreender, ainda sim você encontrar nos comics por ai os famosos “*” que ficam em baixo da pagina explicando uma coisa ou outra para que você entenda a fala do personagem, o mesmo acontece com mangás, e coisas do tipo. O que eu falei penso eu, que não tornaria sua história “não universal” porém traria uma maior caracterização do personagem.
    Outra coisa não acho que a personagem “deva” ser mais morena, sim mais suja.

  11. Tudo bem, admito que o cabelo dela tá “arrumado” demais. Na história isso não vai acontecer com frequencia. Isso era apenas um concept/model sheet! Não a HQ em si. De qualquer jeito, como eu disse as prostitutas meio que cuidam dela. Mas ela vai ser suja sim!

    Aliás, melhor dizendo, veja o post posterior a esse. Eu o fiz para explicar melhor a história.

    Valeu o feedback!🙂

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: